[Resenha] Como se casar com um marquês


Título original: How to marry a Marquis
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro

                Elizabeth Hotchkiss é uma jovem bem estabanada  que precisa trabalhar como dama de companhia para sustentar os três irmãos mais novos. Cansada dessa vida e com sérios problemas financeiros, ela resolve que irá se casar de todo jeito. Ela não está insatisfeita com o trabalho, muito menos com a patroa, Lady Danbury foi uma das poucas pessoas que lhe estenderam a mão quando a mocinha mais precisou, porém a renda que ela tem, a impede de sustentar os irmãos de maneira adequada.

                Tudo mudou na vida de Elizabeth depois da morte dos pais e a única solução que ela encontrou, foi infelizmente abrir mão da própria felicidade e casar por interesse com um homem rico. Após tomar essa decisão, ela não esperava encontrar na biblioteca particular de  Lady D. um livrinho com orientações sobre “Como se casar com um marquês”. Curiosa e encarando aquilo como um sinal divino, ela não pensa duas vezes e agarra o objeto  com unhas e dentes.

                Enquanto isso, James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de Lady Danbury chega a residência da tia sob mais um dos seus disfarces. Acostumado a viver em constante alerta devido ao trabalho de espião, ele vai atender a um pedido da tia que supostamente, está sendo chantageada por um segredo do passado. Para descobrir quem está praticando esse criem contra a tia, Riverdale assume o papel de administrador da propriedade, enquanto realiza uma minuciosa investigação com os funcionários, vizinhos e qualquer outro suspeito, a começar por Elizabeth Hotchkiss, a jovem e pobre acompanhante da tia, que poderia muito bem  ter descoberto o segredo e está chantageando a matrona para arranca-lhe dinheiro.
               
Mas, o que realmente chama a atenção dele, em relação a moça é o livrinho de capa vermelha e regras para um casamento vantajoso. Decidido a tira algum proveito dessa situação para saber se a jovem  é a responsável pela chantagem, Rivedale decide que rá ajuda-la a se casar: incentivando e ajudando ela a praticar as regras do livro com ele. Com tanta proximidade seria quase impossível que no meio do caminho, os dois não se apaixonassem.

Assim como em “Os Bridgertons” aqui a querida Lady Danbury ataca como casamenteira novamente, dessa vez usando argumentos que nem mesmo o 007 seria capaz de descobrir. Junto com ela, temos os irmãos menores de Elizabeth: Susan, Jane e Lucas que ajudam a matrona e em seu plano mirabolante. O enredo se passa longe de Londres, mais na área campestre da Inglaterra e longe das altas temporadas e rodas sociais. Aqui também  reaparecem Caroline e Blake Ravenscroft, o casal de protagonistas do livro anterior e que são amigos de James.  


       Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 


Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário