[Resenha] Sonhos em flor


Título original: But then I came back
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro

                Eden Jones sempre se imaginou como primeira bailarina do  Bolshoi, e por isso sua vida estava toda planejada. Seu tempo era dividido entre as aulas de ballet com a Madame e a escola, entre essas duas atividades ela sempre achava um tempinho para ir ao rio, nadar com Lucille, sua melhor amiga. Eden sempre teve todo o apoio dos seus pais, de Digby, seu irmão gêmeo e da amiga para manter o foco e realizar o sonho de ir morar em Nova York.

                As coisas na vida dela começam a mudar quando Eden não é bem sucedida em seu primeiro teste para a companhia de ballet dos seus sonhos. Além disso, ela descobre que seu irmão e sua melhor amiga estão namorando escondido, o quê para ela não foi uma das melhores notícias.

                Mas, tudo pode piorar. Em uma tarde comum, enquanto nadava com Lucille, Edden sofre um grave acidente: ao pular no rio, ela bate com a cabeça e fica submersa. Nessa hora, ela vê uma moça, da mesma idade com tatuagens de anjos nos brações e que abre a boca como se estivesse tentando dizer alguma coisa para Eden, que mesmo se debatendo, não consegue chegar à superfície. Enquanto ela encara aquele ser aquático, uma flor negra brota dos lábios da criatura, que sai nadando cada vez mais para o fundo do rio. Depois disso tudo, o quê acontece é uma mistura de sonho, com imagens da infância e cenas que acontecem de uma maneira que ela não poderia está presente.

                De repente, Eden acorda e a primeira coisa que escuta são bipes de máquinas ligadas ao seu corpo. Ela não está em casa e sim em um quarto de hospital, com Digby e Lucille. Só então ela descobre que, do dia em que estava no lago até aquele momento já se passou um mês inteiro e que agora ela é uma garota que teve uma experiência de quase morte.

                Quando desperta do coma e começa a se recuperar, Eden percebe que a garota do quarto ao lado do seu, é a mesma pessoa que estava submersa no rio com ela. A misteriosa garota também está em coma, o que deixa Eden bastante confusa. Mesmo após despertar do coma e ter alta do hospital, retomar a vida é muito difícil já que as alucinações com as flores negras e com a garota em coma da mesma ala hospitalar continuam.

                Porém, em meio a todo esse turbilhão de acontecimentos e novas informações Joe, o misterioso e único visitante da garota em coma, entra na vida de Eden. O que a faz entender que nunca podemos ter o controle total da nossa vida.

                “Sonhos em flor” é a continuação de “Essa luz tão brilhante”, mas a leitura do primeiro livro não é obrigatória. Em seu segundo livro, Estelle Laure procura mostrar a todos nós que tudo aquilo que imaginamos ou idealizamos para nosso futuro, nem sempre sai conforme o nosso planejamento, e que por mais que isso nos incomode ou nos faça agir em constante processo de negação, é o melhor caminho para o amadurecimento.


                É impossível acharmos que conseguiremos passar por esse processo de maneira confortável, por isso é preciso nos mexer e passar a perceber o mundo de novas formas. Muitas vezes, vai doer física e mentalmente, já que nunca estamos prontos para aceitar mudanças em nosso cotidiano, mas é preciso lembrar que por mais que não entendamos o principal motivo dessa mudança, ela servirá para nos transformar em pessoas melhores.

      Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário