[Resenha] O sol também é uma estrela


 Título original: The sun is also a star
Autora: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
  
                Natasha é uma garota que deseja ser cientista de dados. Desde bem pequena sua crença na ciência nunca lhe permitiu acreditar em sorte, destino coincidência ou acaso, apenas em fatos concretos. Assim, ela acredita que ainda é possível reverter a situação de ilegalidade de sua família nos Estados Unidos, pois cientificamente falando e com base nos dados do histórico de vida de cada membro da família da mesma, eles contribuem mais do que muitos americanos para o crescimento da nação. Faltam 12 horas para que a “Remoção Voluntária” para Jamaica seja cumprida e ela não poderia se dá ao luxo de se apaixonar em um momento tão crucial de sua vida.


                Daniel sempre foi bom filho, bom aluno e tem um destino brilhante pela frente: ser médico, atendendo dessa forma a todas as expectativas dos seus pais. Porém, ele não querser médico nem muito menos herdar o negócio da família: a loja de produtos para alisar cabelos cacheados. Nesse momento o único desejo do rapaz é viver ao lado de Natasha para sempre.

                Parece que o destino gosta de pregar peças em todos nós. Com tantos dias e possibilidades para se encontrarem e viverem um romance Natasha e Daniel se conhecem no dia mais decisivo da vida de ambos: ela está em busca da última chance de não ser deportada, ele está em busca da entrevista que determinará se foi ou não aceito na faculdade de medicina. Seria cômico se esse de fato não fosse o primeiro e (talvez) último dia que passariam juntos.


                Como todo bom poeta, Daniel sente que Natasha surgiu em sua vida para trazer calmaria ao turbilhão de emoções que sente. Romântico convicto, ele tem certeza que seu destino sempre esteve atrelado ao da jovem jamaicana que só acredita em dados concretos e acha que poesia e destino são coisas para os covardes e fracos.

                Entre todas as coisas que tem a perder com a deportação, um romance não estava nem perto de fazer parte da lista de Natasha. Sua vida foi toda construída nos Estados Unidos, país no qual seu pai acreditou que o sonho de ser um ator rico e famoso se tornaria realidade. Agora, passadas as circunstâncias que levaram ao processo de deportação, a moça tinha apenas dois objetivos: ter a ordem para a remoção cancelada e não se apaixonar pelo coreano sonhador que ela conheceu aquela manhã e que não larga do seu pé.

                Uma história extremamente envolvente que mexe com nossos sentimentos mais profundos e que reacende nossas esperanças no amor verdadeiro. “O sol também é uma estrela” é um livro extremamente cativante que nos leva a refletir sobre aquilo que realmente importa em nossas vidas. O romance entre Natasha e Daniel serve apenas de plot para a abordagem de temas bem mais relevantes: imigrar para outro país, a busca pela realização do sonho, relações familiares conflituosas, preconceito racial e outros temas que estão presentes em nosso cotidiano, mas que acabam passando despercebidos.


                Assim como em seu primeiro livro, Nicola Yoon imprime uma identidade singular em sua narrativa, nos apresentando um enredo tão carregado de sentimentos, que é impossível passar despercebido. Ao que parece é quase impossível para a autora não colocar elementos de suas experiências pessoais em suas histórias, o que prova aos leitores e fãs da Nicola que todos nós podemos viver verdadeiros enredos literários.


                Uma curiosidade sobre a arte da capa do livro: ela foi feita à mão pela designer australiana Dominique Falla, conhecida por seu trabalho com tipografias táteis tridimensionais.



       Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 


Share this:

JOIN CONVERSATION

1 comentários :

  1. Oi! Tudo bem?

    Nossa, gostei muito da sua resenha! Quando tiver a oportunidade, com certeza irei incluí-lo em minha lista de leitura!

    Acabei de criar um blog no qual irei postar algumas resenhas críticas literárias e musicais.

    O link e este: https://entrelinhasentrepautas.blogspot.com.br

    Espero sua visita e seu comentário, além de sugestões!

    Abraços,

    Jennifer.

    ResponderExcluir