[Resenha] Como agarrar uma herdeira


Título original: To catch on heiress
Autora: Julia Quinn

                O quê você faria se fosse sequestrada por engano? Para Caroline Trent essa situação não poderia ter acontecido em hora melhor. Fugindo da casa em que era tratada como escrava por seu perverso tutor (ao invés de protegê-la ele gastava o dinheiro da herança e forcou o filho a violenta-la), a jovem ficou mais do quê satisfeita ao ser raptada por Blake Ravenscroft, já que assim ela poderá sumir do mapa pela próximas seis semana, tempo que falta para ela completar 21 anos e assim finalmente ter acesso a sua herança.


                Trabalhando em seu último caso, antes de deixar o departamento de investigação secreto da Grã-Bretanha, Blake Ravencraft está a muito tempo de olho em Oliver Prewitt. O miserável era um sujeito da pior espécie já que além de contrabandear artefatos de valor, ele provavelmente está envolvido com alguns traidores da coroa britânica, entre eles Carlotta De Leon, uma perigosa e sorrateira espiã que deve ser levada à julgamento e obter a pena máxima.

                O problema é que ele deveria levar a traidora à justiça e não cair de amores por ela à primeira vista. Para piorar as coisas, por mais que a jovem declare não ser a tal espiã, Ravencraft não acredita em sua palavras e acaba levando sua prisioneira até a sua casa. Ao chegarem lá, ele dá um jeito de manter a moça sem chance de escapar e avisa que em breve o Marquês Riverdale, um dos poucos homens à sobreviver após um encontro com Carlotta, chegará para leva-la a corte para julgamento.


                O clima entre Blake e Caroline não poderia ser mais explosivo e envolvente já que os dois estão apaixonados, porém os temperamentos fortes e traumas do passado não deixam que o romance aconteça de verdade. Por mais que eles não assumam que tem interesse um pelo outro, é quase impossível para a Srta. Trent e Ravencraft se manterem afastados e sem pensar no quanto o desejo e a paixão tomaram conta dos seus corações.


                Com boas doses de humor, romance e principalmente de ação Julia Quinn conseguiu se reinventar nessa nova série. Dessa vez, é a mocinha de seu livro quem dá as cartas da própria vida e mesmo estando presa a um tutor miserável, que só se aproveita e tira vantagem de sua condição de única herdeira, ela consegue driblar o canalha e tomar as rédeas do próprio destino. Já o mocinho da narrativa é um romântico assumido, que até o dia em que encontra com Caroline Trent pela primeira vez, não consegue tirar a falecida noiva da cabeça.

                Em “Como agarrar uma herdeira” temos uma inversão de papéis entre o casal, no qual é a mocinha quem ditará as regras do relacionamento e salvará o aristocrata dos antigos e terríveis fantasmas que ele carrega. Não que ela fosse 100% sem traumas ou problemas a resolver, porém as dificuldades que Caroline precisou enfrentar a tornaram mais forte e guerreira para elaborar estratégias, esquemas e soluções para ajudar na investigação contra seu tutor.


                “Agentes da Coroa” é a nova série da autora que busca apresentar aos leitores e fãs da autora uma nova perspectiva sobre os romances de época. Aqui saímos da capital britânica para o interior e não temos todo aquele glamour dos bailes, chás e passeios de outros livros da própria Julia. Além disso, o núcleo familiar que é tão característico dos livros da autora aqui não existe em seu significado mais tradicional da palavra. A verdade é que eles não existem de fato até quase metade do livro quando a irmã de Blake aparece e em relação à Caroline não há nenhum parente próximo vivo, apenas uma prima que trocava correspondências com ela.  “Como agarrar uma herdeira” é o primeiro livro de uma duologia que pretende mudar nossa maneira de pensar em romances de época. 


                 Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 


Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário